CLICK HERE FOR BLOGGER TEMPLATES AND MYSPACE LAYOUTS »

sábado, 31 de dezembro de 2011

FELIZ ANO NOVO 2011-0h - 2012

                                                                  
Desejo a você que passa por aqui; que esse ano novo lhe traga novas esperanças e muitas realizações.
Que você consiga atingir todas as suas metas.
Que seja um ano de paz, saúde e amor!
Beijos no coração!

sexta-feira, 30 de dezembro de 2011

GARI DO ORIENTE

Quando perguntaram
O que você quer de presente?
A resposta veio automaticamente;
Quero que você me leve
A gari do oriente.
Então vou buscar o carro. 
Resposta em pensamento recto;
Quero ir de metro
Para resolver um carma

Chegamos ao lugar
Encantada com sua beleza
Com certa leveza;
Senhor Doutor me pergunta
Por que estas com medo?

Não tenho medo
Paguei um preço infinito
Por esse passeio. Alto demais.
E no meio dos arvoredos
Lindos e benditos
Procurei o infinito valor da paz.


quinta-feira, 29 de dezembro de 2011

FELIZ ANO NOVO


O Ano se despede. 2011 É quase passado.
Estou a lhe desejar se você passar por aqui que:

Se você chora, alguém enxugará suas lágrimas.
Se geme, escutarei seu clamor e depositarei meu pedido a
Deus que tudo pode, ele com certeza te aliviará.
Se sonhas, espero que transforme todos os seus sonhos em realidade. Tente! Arrisque!
Se gritas por paz, procure-a em seu coração.
As derrotas? Pegue-as e transforme em batalhas, confronte-as com a vida. Elimina o que foi perdido, que não foi agradável e aproveite os ganhos que não foram poucos, visto que  a guerra está ganha, pois chegastes a 2012.
Se alguém ficou pelo caminho nesse ano que finda,
peço que a luz da esperança e da fé estejam a lhe guiar onde você estiver.
E para nós, que aqui estamos, que Deus nos ajude a sonhar e acreditar que podemos realizar algo bom e generoso em prol de nós e de outrem.
Que cada acto bem vivido seja compartilhado para todos os seres e se beijares alguém mesmo que sejas com os olhos, feche-os para tocar o doce sabor da alma e agarrar o encanto de um sorriso.

Por fim lhe peço, quando observar os seres viventes, humanos ou não, porém vivos, não olhem apenas para a carcaça externa, abatida, sofrida, pelas agruras da vida. Observe todo o conjunto: físico, tempo, espírito, luz, perdão, dignidade, fé… Ganharás com esse proceder o respeito à natureza, ao tempo e tambem de todas as criaturas de Deus. Lembre sempre: há um Deus em cada um de nós, muitas vezes não percebemos a aura que envolve cada um, ser vivente, mas na infinita misericórdia dos Querubins, Arcanjos e Anjos enviados de infinito dos céus, chegaremos a percepção e podemos vê-las. Umas claras, outras não tanto, mas todos possuem. Sejam pois seres aureolados!  

Que nesse ano sejamos felizes! FELIZ ANO NOVO até para aqueles que por desconhecimento de nós, nos coloca dificuldades na vida. AMO VOCÊS!

Para eu, peço: não deixe que caia na noite escura da ausência de fé, fique comigo Jesus e deixe que meu Gabriel, reitor de minha fé continue me guardando!

FELIZ ANO NOVO!



NAMASTÊ = “Eu honro o local em você em que o Universo inteiro reside, eu honro o lugar em você que é de Amor, de Integridade, de Sabedoria e de Paz. Quando você está neste lugar em você, e eu estou neste lugar em mim, nós somos um”.








quarta-feira, 28 de dezembro de 2011

RECEITA DE ANO NOVO

 

"Para você ganhar belíssimo Ano Novo
cor do arco-íris, ou da cor da sua paz,
Ano Novo sem comparação com todo o tempo já vivido
(mal vivido talvez ou sem sentido)
para você ganhar um ano não apenas pintado de novo,
remendado às carreiras, mas novo nas sementinhas do vir-a-ser;
novo até no coração das coisas menos percebidas (a começar pelo seu interior)
novo, espontâneo, que de tão perfeito nem se nota, mas com ele se come,
se passeia, se ama, se compreende, se trabalha,
você não precisa beber champanha ou qualquer outra birita,
não precisa expedir nem receber mensagens
(planta recebe mensagens? passa telegramas?).
Não precisa fazer lista de boas intenções para arquivá-las na gaveta.
Não precisa chorar arrependido pelas besteiras consumidas
nem parvamente acreditar que por decreto de esperança
a partir de janeiro as coisas mudem e seja tudo claridade,
recompensa, justiça entre os homens e as nações,
liberdade com cheiro e gosto de pão matinal,
direitos respeitados, começando pelo direito augusto de viver.
Para ganhar um Ano Novo que mereça este nome,
você, meu caro, tem de merecê-lo, tem de fazê-lo novo,
eu sei que não é fácil, mas tente, experimente, consciente.
É dentro de você que o Ano Novo cochila e espera desde sempre."
C. Drummond Andrade
Agradeço por ter existido meu Rei Primeiro! Onde tu estiver, PAZ

terça-feira, 27 de dezembro de 2011

OK



Para alem do discurso do PN ouvi essa história contada exclusivamente… Estávamos sentados no chão como se fossemos moleques e molecas irresponsáveis apenas deixando a vida nos levar. Ouvimos embevecidos e encantados; as tuas falas. Mas o livro autografado na Bienal do Livro, do Rio Centro, nunca foi aberto. Perdoe-me? Na época estava a tratar da vida. Tenho vergonha de nunca ter lido nada de Ti, mas, uma amiga em comum me mandou o seu discurso e reconheci nossa conversa. Pois! Meu Rei, vou dar um jeito de ler seus escritos! Dizer que tu eras ateu! Há! Me engana que gosto! Sei bem o que foste e do que gostava! Ou seria Tu também um tremendo fingidor? PAZ.
         “O homem mais sábio que conheci em toda a minha vida  não sabia ler nem escrever. Às quatro da madrugada, quando a promessa de um novo dia ainda vinha em terras de França, levantava-se da enxerga e saía para o campo, levando ao pasto a meia dúzia de porcas de cuja fertilidade se alimentavam ele e a mulher. Viviam desta escassez os meus avós maternos, da pequena criação de porcos que, depois do desmame, eram vendidos aos vizinhos da aldeia”.

NATAL


Il est ne le divin enfant

Jouez, hautbois, résonnez, musettes

Ilest ne le divin enfant ;

Chantons tous son avènement !

                                                                                              

sábado, 24 de dezembro de 2011

FELIZ NATAL


Se voce internauta me dar a honra de visitar esse modesto espaço, lhe digo que é um prazer recebe-lo. Aproveito para lhe dizer que mantenha em si, o doce sentimento de amor, o coração e o espírito livre de aborrecimentos, de desprazeres, que porventura a vida lhe trouxer e não faça aos outros aquilo que não deseja para si.
Lhe faço um carinho e lhe digo que sua visita é importante para mim. Junto a esse parecer o meu desejo um FELIZ NATAL!

NATAL




Há diferenças no mundo

Nas camadas sociais

Alta, media, baixa

Quando o mundo roda

Vem o status social!

Quem esta por baixo rola

Em queda livre, livre, livre!



Quando chega a aurora,

quando chega o arrebol,

ou mesmo nas madrugadas da vida

todas as almas são iguais.

Qual néscio mandaria almas para Deus?

Qual preto de alma branca!

Quereis dizer que a alma branca é mais que a preta?

São dizeres populares, ditos sem pensar

Que um dia terão que prestar contas a aquele que nos criou!



Sou agnóstica?

Sim. Teísta com paixão!

Apaixonada por Deus que nos criou

Deus omnipotente, omnipresente, omnisciente

Portanto ENERGIA ESPIRITUAL

Que mora em meu ser, no coração. 

E quando no mal caíram, veio seu filho nascer entre nós

Como humano e com fraquezas humanas,

Nosso Senhor Jesus Cristo

Provou que podemos ser fortes e vencer o mal

Por isso hoje é NATAL. 



Se passar por aqui,

Vai entrando a casa é sua!

Por favor fique a vontade.

Dia de igualdade, fraternidade.

Mesas fartas, outras nem tanto

Pão para todos e lenços para enxugar o pranto!



Boas festas PARA TODOS.

rúbi




quarta-feira, 21 de dezembro de 2011

NAMASTÊ

Plantei esse amor mais que perfeito

Não importa o pouco que fiz, mas, importa quanto sentimento coloquei naquilo que fiz.

Muito pouco doei, mas, muito amor coloquei no doar.

E se por acaso de mim precisar,

ofereço-lhe gestos de delicadeza e carinho,

junto ao meu pedido a Deus para lhe abençoar com saúde, paz, luz e amor.



NAMASTÊ = “Eu saúdo o Deus dentro de você”

Friedrich Nietzsche






Não é a força, mas a constância dos bons sentimentos
que conduz os homens à felicidade.



INVERNO







O inverno Chegou

As cigarras não catam mais

Minha voz débil e fraca tornou-se forte

A cantar meus doridos ais

Entoando meus cantos

A Deus rendo louvor.

Retirei minhas vestes de luto

Vesti as vestes que Tu Deus me destes

Vestes de vida para louvar

Nosso Senhor Jesus Cristo

Filho de Deus que nos criou!

SEM NENHUMA PRETENSÃO POÉTICA



Que monstro monstruoso é o escrever
Digo tolices sem pretensão
De ser melhor, igual ou pior a outrem
Escrevo por escrever
No passar do tempo e do ser.
Tropecei, levantei
Juntei os cacos do coração em dor
Da felicidade a tristeza foi alem
Das lágrimas de uma flor!
Quiçá um dia aprenderei escrever!

Não sei mais dizer quem sou
Mutação e evolução
Minha essência é sempre igual
Mesmo no poder do vendaval
Estou aprendendo a conviver                                           
Viver!
Com as palavras do coração.

Cata letras


Vou falar o que estou com vontade

Pois o dia não está nublado

Dentro da pura realidade

Digo toda a verdade

Acho que é por ser hoje sábado.



Cato letras, junto palavras

Rasgo os verbos

Ruins e ternos

Desvalorizo plurais

E escrevo palavras a mais!



Sem subjectividades

Sem métricas e sem rima

Sem subtilezas

Isso anima

Prezar meus sentimentos.



Sem principio meio e fim

Leia quem quiser

Sempre fui mulher

Duvide se quiser!

Pois você é da outra banda!

E Jacaré no seco anda!

                                                                                                   

Monaaaaa! Essa é para você.

Saudadezinha!                                                           

JE


O silêncio fazia amar
A inexistência não impedia a saudade
Com santa ingenuidade
Eternamente a pensar em felicidade
Com a alma a chorar.

Que dor mais doída
Trouxe essa coisa desconhecida
Que só ataca alma sofrida!

A dor que inundava minha alma
Calava fundo no meu ser
Trazia um canto mudo de sofrer
Chorava sem ninguém ver

Sentia ferozmente abandonada
Agudamente desprezada
Dilacerada pela saudade do inexistente
E nesse cenário, docemente
Descobri que sou humana.
        
Findo o meu lamento
Meu choro solta da garganta
Em melodia suave e calma
                        Transformo a vida em esperança                                                          
Que leva a dor de minha alma.

terça-feira, 13 de dezembro de 2011

NAMASTÊ

Lembrança do batizado do meu bebê!
Bom que me encontrou.
O meu desejo para quem por aqui passar é:
Que Deus lhe dê sorrisos ao invés de lágrimas
Cântaros de felicidade ao invés de tristezas
Flores coloridas e alegria ao invés de angustia
Vestes de louvor ao invés de luto.
Por fim sejamos “árvores” de bons frutos, de justiça, de esperança e de rectidão; plantações de Deus e filhos de nosso Senhor Jesus Cristo.

NAMASTÊ = "A Divinidade dentro de mim compreende e adora a Divinidade dentro de você."


ASSIM FALOU Zaratustra




… tampouco me agradam esses novos especuladores em idealismo, os anti-semitas, que hoje reviram os olhos de modo cristão-ariano-homem-de-bem, e, através do abuso exasperante do mais barato meio de agitação, a afectação moral, buscam incitar o gado de chifres que há no povo…




VIDA

E os pneus do meu carro preciso trocar, vou vender e você completa para os novos. Esse notebook está ultrapassado. Quero outro. ─ Venha para cá bruxinha! Estou em deprê! Preciso de você! ─ Meu IPAD precisa de um GPS. Quero um actualizado. Compra! Dá-me um carro novo, o tapete do meu quarto, quero um menor. Paga a cantina da escola, o restaurante, os livros, o aparelho dos dentes, a manicure, lava e passa os vestidos das bonecas de Scarlet O`hara. Passa minha roupa, lave meu banheiro, lustra meus sapatos. Preciso de roupas novas, tem um casamento… ─ Mas, não tenho dinheiro! ─ Ah! Você não gasta com nada! ─ Onde está o seu salário? ─ Ah! Você pensa que vou gastar com supérfluos? Fui ao Maxims da Torre do Rio Sul, fui ao show de não sei quem! Gastei tudo.

Pois! Pegue tudo o que fiz na vida. Vou para longe de vocês! Sai Jacaré!

─ Você pode mandar algum para irmos ao rock ir rio? Você não gasta com nada!

TORTURA!

terça-feira, 6 de dezembro de 2011

Namastê


"Se os homens descobrissem a
finalidade da vida, se pudessem
conhecer os próprios valores
do espírito eterno, certamente
mudariam suas atitudes e evitariam
muitos sofrimentos.”.
(Zibia Gasparetto)



Para você que visita esse modesto espaço

Muito obrigado e tenha o meu afago!

AMO VOCES!



Namastê  = “Eu honro o Espírito em você que também está em mim."
  

FASES




Busco a síntese perfeita da vida.

A cada sete dias fase nova tal qual a lua.

Feliz / sofredora

Simples / Complicada

 Mutação / Evolução

Sonho / Realidade

Emoção / Razão.        

Mudo conforme as nuvens no céu.

Mas em todas as fases a essência é a mesma!

Entretanto, nunca mais escreverei sobre amor!

“Sou apenas uma planta na varanda

Não estou aqui a dançar ciranda!

Sufoquem todos nos miasmas da cidade!

Mandei esse recado uma vez, mando-o de novo. 

Também não voltarei para o sindicalismo!

Então! Tchau!


terça-feira, 29 de novembro de 2011

NAMASTÊ

FLOR DO CERRADO
Brasil

Amo como ama o amor.
Não conheço nenhuma outra razão para amar senão amar.
Que queres que te diga, além de que te amo,
Se o que quero dizer-te é que te amo? 

Fernando Pessoa                                                                   


O Deus que habita em mim saúda o Deus que habita em você = NAMASTÊ

Olá Você!

                                                                                                                


que passa por aqui!

    Conserve o optimismo mesmo diante da dor.

A sabedoria divina não esquece, e bravamente já providenciou a solução; antes mesmo de saber

qual o problema”. (desconheço a autoria)

        Beijos com carinho!






Cerrado Brasileiro

Essa flor nasce na savana brasileira 12 horas após
a devastaçao pelo fogo!



Não posso fazer muito, mas, quero

colocar muito amor no pouco que fizer.

Não posso doar muito, mas, quero

colocar muito amor no que doar.

Pois!



Os que amam, mantém acesa a chama da vida; mas aqueles que se entregam a loucura da paixão chegam a perfeição da alma através da dor. Rúbi

Drmatizando a Vida VI


por do Sol
Serra da Mesa - Goiás Brasil
         Vou lhes contar aonde o pré-julgamento pode chegar e o quanto esse pensar é perigoso e como ele pode acarretar danos morais e psicológicos as pessoas atingidas. Esse fato ocorreu ainda na tenra idade, quando meu pai quis tornar-se fazendeiro em Goiás e colocou-nos em colégios internos em São Paulo. Colégios esses bons, onde tanto no ensino como na estadia eram bem conceituados. Hoje eles são renomadas Universidades, pertencentes a religião ADSD.
         Ocorre que na residência das meninas desapareceu uma soma grande de dinheiro. A Preceptora reuniu-nos e fez um apelo para quem havia roubado o devolvesse. Foi tão bonito, tão comovente o apelo que “euzinha” comecei a chorar ouvindo aquela fala. Pois! Lhes conto como durante dois dias o colégio inteiro sabia, pensava, que eu havia roubado o dinheiro. Mas, Deus na sua infinita misericórdia fez com que Pérpetua entregasse o dinheiro roubado. Enquanto Pérpetua entregava o dinheiro e fazia um belo discurso pedindo perdão, todos viravam a me olhar e a dizer: perdão julguei que fosse você a ladra! Obrigada Perpétua por me ter tirado dessa! Enquanto eu chorava de emoção, pensavam que chorava por culpa! Portanto não se deixem levar pelas aparências e tomem cuidado em julgar a outrem principalmente em diagnosticar agravos sem conhecimento para tal!
        

terça-feira, 22 de novembro de 2011

NAMASTÊ




Se você visitar esse espaço, lhe faço um afago e lhe digo que sua visita é uma honra para mim!

OBRIGADA!

Tenha uma abençoada semana com um final feliz e gostoso. Tudo isso com muita PAZ.



NAMASTÊ = "O divino em mim cumprimenta o divino em você."

Friedrich Wilhelm Nietzsche





          Antes direi no ouvido dos psicólogos, supondo que desejem algum dia estudar de perto o ressentimento: hoje esta planta floresce do modo mais esplêndido entre os anarquistas e anti-semitas, aliás onde sempre floresceu, na sombra, como a violeta, embora com outro cheiro.



EXTREMOS DA VIDA


FLOR DE CERRADO (savana)
BRASIL




Tão bom morrer de amor

e continuar vivendo.

Mário Quintana 

Nesta vida
Cruel
As vezes sofrida
Traz mágoas em ferida
Por vezes tem gosto de fel!
Outras vezes tão querida
Amor em certa medida
Tem gosto de mel!










terça-feira, 15 de novembro de 2011

UMA RECEITA DE CARINHO




Um monte de tranquilidade
Algumas colheres de esperanças 
Duas pitadas de paciência
Várias colheres de tolerância
Um monte de beijos
Apertados abraços
Carinho, muito carinho!

Preparo:

Misture os ingredientes,
Leve ao forno pré aquecido para dourar!
Se acontecer de queimar não se apavore.
O bolo da vida só chamusca por fora
Por dentro não estraga.
Então se passar do ponto, remova a camada externa, queimada,
E cubra generosamente com amizade. Está pronto
O bolo mais gostoso do mundo!

GRUPO TEATRAL VOLUNTÁRIOS DO AMOR

Rio de Janeiro -  Brasil

Nietzsche



Pois quando a verdade sair em luta contra a mentira de milênios, teremos comoções, um espasmo de terremoto, um deslocamento de montes e vales como jamais foi sonhado.

Se tivesse dito: O Homem depende apenas de Deus e de si mesmo, com certeza teria caído no esquecimento, mas, disse: “O Homem depende apenas de si mesmo ". Por isso ninguém o esquece.












ok



         Hoje abri alguns documentos de M.W. no meu computador e fiquei pasmada com o que vi. “Zilhões” de versos, mais de “trocentos” versos datados de final de Julho a inicio de Setembro. Meu Deus! Será que um furacão passou na minha vida? Cruz, Credo! Ave-maria! Um exemplo:



Curvo-me perante a sua lembrança

Não te ouvir, me leva a lutar

Sobreviver dá-me esperança

De um dia vir a lhe encontrar!

          

         Cem páginas repletas. Cem poemas. Todos tristes, mostra uma dor tão profunda, uma mágoa, um “je ne sais quoi”. Não os quero, jogo-os todos “pó lixo”, de onde nunca devia ter saído. Lembro-me quando os escrevia. Não pensava, apenas escrevia. Oh! Ai de mim! Aí de mim! Ai de mim!

KKKKKKK!                                                                            



Não vou lamentar

Nem há perda de honra ou dignidade

São partes conquistadas, não vão tirar

Matei o grande demónio da luxúria

E matando aquele, veio o outro a vaidade.

                                              


quinta-feira, 10 de novembro de 2011

      

NAMASTÊ

BROMÉLIA

 

VIDA
E
SAÚDE A
TODOS
QUE POR
AQUI PASSAR

PAZ




PAZ

ETERNAMENTE NAMORADOS



         Saí por todos os lugares a procura de alguém que preenchesse o vazio que sentia dentro de mim. Conversei com varias pessoas mas nada tinha sentido. E um dia que estava mais distraída, você apareceu como uma visão celestial.

         Para mim tudo se iluminou e a vida ficou tendo mais sentido. Você chegou devagar e foi me ensinando a arte mais bonita que é a arte de amar.

           Quando dei por mim já estávamos juntos, unidos em um só pensamento em um só coração. Amor que sempre esteve comigo mesmo nos momentos mais difíceis e nunca me abandonou. Que compartilhou comigo tantos sentimentos e emoções. A você que devo o sentimento mais puro e belo que é o amor que sinto por ti. Agora posso dizer que estou vivendo intensamente o que há de melhor que é o amor que sentimos um pelo outro.



Parabéns pelo lindo trabalho de vocês!

Encantou-me. GRUPO TEATRAL VOLUNTÁRIOS DO AMOR

Rio de Janeiro – Brasil